Quando eu pergunto

Quando eu pergunto
"vai ingressar na luta?
você me responde:
eu não ouvi o chamado".
Mas como pode ser assim?
Quando o chamado:
Ecoa nos corredores dos hospitais;
Chocalha nas algemas dos presos;
Ronca nas barrigas dos famintos;
Soa no espancamento familiar;
Chora no desmoronamento dos lares;
Sibila na bala perdida;
Clama no sangue dos vítimas do I.D.R.;
Grita no enterro dos sem-terra;
Brilha no batom das prostitutas;
Voa nas mentes de cheira-colas;
Range nos dentes dos meninos-de-rua;
Geme nos ossos dos idosos;
Corre nas veias dos viciados;
Zanga na injustiça dos preconceitos;
Estronda no acidente de trânsito;
Explode no atentado de bomba.
Se você não está ouvindo
Não é porque Deus parou de chamar
Mas porque VOCÊ tapou seus ouvidos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s